28 de out de 2011

Livros pra ler ou baixar na rede

O portal Scribd é um espaço para compartilhamento de livros, documentos e outros materiais entre usuários cadastrados do mundo todo.

Funciona bem fácil:

Você pode baixar um material para o seu computador e para fazê-lo deve compartilhar alguma coisa sua (pode ser uma apresentação, um artigo em PDF ou doc ou mesmo algum livro ou revista digitalizado).

Também é possível seguir usuários cujas coleções (estantes) são boas ou mesmo acrescentar alguma publicação de outro usuário à sua coleção (estante) e ter acesso a ela via rede sempre que quiser.

Você pode comentar sobre as publicações e também interagir com outros usuários. Funciona integrado ao facebok. Na era dos tablets é um prato cheio para leituras amenas.

Não me informei sobre o aspecto legal desses compartilhamentos mas lá estão vários livros e revistas que adoraríamos possuir escaneados inteirinhos! Vale a pena conhecer!

Veja esta raridade, o livro "Brazil Builds: architecture new and old, de Philip Goodwin de 1953.

Para quem gosta de entender a construção a partir de seus detalhes construtivos o excelente Architecture in Detail, vol. II de Graham Bizley, editado em 2010.

Tem também uma coleção imensa de revistas como esta "El Croquis - Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa" com projetos de 1995 a 2000.

17 de out de 2011

Pavilhão de Volta Redonda

Você que frequenta o Parque Ibirapuera sabe dizer porque existe lá um pavilhão japonês? Ou porque aquela ponte sobre o lago (de onde se vê o pôr do sol) tem aquele desenho?


Ponte sobre o lago. Makau, Outubro de 2011.

Em 1954 comemorou-se o IV Centenário de São Paulo | I Feira Internacional e o Parque Ibirapuera foi transformado no símbolo desta comemoração.

O empresário Cicilo Matarazzo foi quem encabeçou a organização dos festejos. Construíram-se equipamentos como o planetário, o ginásio, a marquise e vários pavilhões de exposições (das nações, dos estados, da indústria, da agricultura e dos estados).

Alguns desses edifícios permaneceram e são utilizados como espaços de exposição mas outros foram construídos apenas para a ocasião dos festejos e foram demolidos em pouco tempo.

O "Pavilhão de Volta Redonda", projeto de Sergio Bernardes foi um deles. Construído para ilustrar, na ocasião, as possibilidades da construção em aço com atirantamentos, foi demolido logo em seguida.

O pavilhão, de corpo único e planta ortogonal, foi construído sobre o lago como um edifício-ponte. Das duas estruturas-ponte que promoviam o acesso ao pavilhão restou apenas uma que esta lá até hoje!



Planta, em verde a estrutura de ponte mantida. Fonte: Cavalcanti, 2001.


Imagem, pavilhão e as pontes laterais. Fonte: Cavalcanti, 2001.


Corte, planta ortogonal contrasta com estrutura trapezoidal . Fonte: Cavalcanti, 2001.



Imagem, pavilhão e as pontes laterais. Fonte: Cavalcanti, 2001.


Fonte:



CAVALCANTI, Lauro. Quando o Brasil era Moderno, Guia de Arquitetura 1928-1960. Rio de Janeiro, Aeroplano, 2001. (pg. 350-351)