29 de mar de 2010

Mercados públicos

Mercado de Santa Caterina, Barcelona. EMTB.


Benedetta Tagliabue fala sobre o Mercado Santa Caterina, Studio Banana TV.

Aproveitando que em uma das turmas da disciplina de projeto (4o. ano) estamos estudando o tema dos mercados públicos posto aqui algumas dicas de pesquisa sobre mercados públicos (aqueles mantidos pela municipalidade) e um vídeo muito curioso sobre uma manifestação cultural ocorrida em Valencia no Mercado Municipal de lá (dica do colega Afonso Risi).



A idéia central do exercício é reprojetar o Mercado Campineiro tornando-o mais relacionado à espaços livres contíguos, criados a partir de algumas edificações demolidas. Propõe-se rediscutir o conceito original do mercado, onde, em geral as mercadorias eram vendidas em praça pública e ir às compras não era uma atividade meramente consumista mas também uma fruição, um passeio, a possibilidade de um encontro. Sugerem-se para pesquisa os seguintes mercados:


Links relacionados:

18 de mar de 2010

Light Steel Frame na habitação social

Casas recém construídas pela CDHU utilizam steel frame. Fonte: CBCA, 2010.


Notícia veículada no site do CBCA - Centro Brasileiro de Construção em Aço mostra as primeiras construções da CDHU feitas com o Light Steel Frame. São 22 casas térreas de 42m2 a um custo estimado de R$ 44,3 mil. O projeto não apresenta nenhum atrativo arquitetônico mas a novidade de se construir para baixa renda usando tal tecnologia parece um avanço e merece destaque.

Uma das mudanças necessárias ao país para enfrentar o déficit habitacional é sem dúvida de ordem técnica e construtiva. Mas há outros entraves tão importantes quanto esses; o projeto urbanístico e arquitetônico não deveríam ser tão desprezados! Sem resolvê-los, nem o programa Minha Casa, Minha Vida vai dar jeito no problema!


Matéria publicada na Revista Techné n. 155, de Fev | 2010.

16 de mar de 2010

Porra, arquiteto!

Um blog para o seu momento "quero rir um pouco", nem que seja da própria desgraça!! Hehehehe

O blog Porra, Arquiteto! criado pelo LuiZ Caetano e Rubens M., aceita envio de sugestões para postagens! Vai lá e dá umas risadas! Quem ri por último ri melhor!!


15 de mar de 2010

Concurso de habitação CDHU


Amanhã é o lançamento oficial do concurso de tipologias habitacionais sustentáveis promovido pela CDHU em parceria com o IAB-SP. Boa notícia! Esta aberta a temporada de especulações criativas para ajudar a companhia de habitação a pensar o problema das tipologias habitacionais. No entanto acredito que este não seja o maior dos nossos problemas, mas sim o equacionamento da questão habitacional de forma mais particularizada (terrenos diversos, demandas distintas, soluções diferenciadas etc.). Parece-me curioso pensarmos nas tipologias antes de pensar no urbano (particular) ....ou será que a CDHU continuará a pensar o urbano como sempre?
Vamos lá! Taí um concurso que vai dar o que falar!

Video | The third & the seventh

The Third & The Seventh from Alex Roman on Vimeo.


Video mostra arquitetura de forma fotografica em belíssimas imagens. Dica do Leandro Schenk (Studioilex).

8 de mar de 2010

Biblioteca de São Paulo



Conjunto de edifícios da biblioteca e da ETE. Google, 2010.

Imagem aérea depois da instalação do parque e da área institucional. Google, 2010.

Imagem antes da desativação do presídio do Carandiru. Fonte: ArcoWeb, 2004.


Visitei a Biblioteca de São Paulo no último sábado junto a um grupo de estudantes e fiquei bem impressionada com o que vimos por lá. Uma biblioteca espaçosa, confortável, cheia de livros e equipamentos novos e pessoal especializado para auxiliar.

O projeto de Aflalo & Gasperini compõe-se de linguagem semelhante já utilizada em outros edifícios do gênero (SENAC Interlagos) como as placas de concreto pré-moldadas utilizadas nas fachadas, requadramento de janelas e nos peitoris. Ambos os projetos foram elaborados sobre estruturas pré-existentes.

Concebido como um longo pavilhão de dois pavimentos com um grande vazio central o espaço interno é bastante claro e de fácil apreensão. Amplos espaços de estar no hall de acesso (tanto internos quanto externos ao controle) demarcam o local de retirada e devolução dos materiais. O primeiro nível é dedicado às crianças e jovens leitores com estantes e móveis baixos, compartimentos de leitura flexíveis (e móveis), poltronas e mesinhas confortáveis.

No segundo piso localizam-se os periódicos, livros, equipamentos destinados aos deficientes e mobiliário adequado para os diversos fins de pesquisa. Há uma área com vários títulos em DVD que podem ser vistos através de computadores. Nas duas extremidades do edifício há varandas com mobiliário de uso mais flexível e ambas são cobertas de forma transparente. Uma das varandas tem uma bela vista para o Parque da Juventude.

No piso térreo, além das áreas externas abrigadas ainda há um espaço delimitado e coberto por lonas tensionadas que é destinado às atividades externas da biblioteca.

Links relacionados:

Projeto Paisagístico de Rosa Grena Kliass - mais informações sobre as etapas do concurso vencido pela equipe de Aflalo & Gasperini, as fases de implantação e algumas definições sobre o Parque da Juventude.

Biblioteca de São Paulo - para conhecer o acervo da biblioteca e o seu funcionamento.

Sistema Municipal de Bibliotecas de São Paulo - conheça as demais bibliotecas de São Paulo e suas programações.

Matéria na Revista Casa & Jardim - notinha superficial


Matéria na Skyscrapercity - aprofunda-se em alguns aspectos.

Matéria na AU - sucinta
Release da PMSP sobre a BSP - com dados estatísticos.

Blog Bibliotecários Sem Fronteira - a biblioteca vista pelos bibliotecários.
Matéria no Web Librarian - lá tem outras matérias sobre as bibliotecas de Amsterdam, Seattle, Oberlin Mudd Main Librarian. Com imagens das áreas de leitura! Vale a pena conhecer!


Conheça o projeto na edição de Abril de 2010 da Revista AU.

1 de mar de 2010

EUROPAN 10

1o. prêmio, Praga, Varsóvia. Fonte: M.MAS.A, 2010.


Menção honrosa, La Chaux de Fonds, Suiça. Fonte: site, 2010.

Com o tema "Inventando a Urbanidade - regeneração, revitalização, colonização" saiu no mês passado o resultado do Europan 10 concurso de projetos europeu para jovens arquitetos (até 40 anos).

Nesta edição, anunciada em Janeiro de 2009, participaram 19 países com 62 áreas de intervenção. No total foram 2430 inscritos, 431 projetos pré-selecionados, 123 premiados e 85 menções honrosas. Uma participação bastante expressiva! Veja AQUI a lista com os premiados.

Confira no site concursos de projetos a matéria completa sobre o concurso com alguns links para projetos publicados.

Links relacionados:


M.MAS.A estúdio vencedor de Varsóvia com área em rua de Praga.

Expo dos projetos no NAI até 16 de Maio.