16 de fev de 2010

Conjunto Residencial Ana Rosa

Hoje fui dar umas voltas pela Aclimação, bairro cuja formação esta ligada à criação de um grande jardim para "aclimatação" de plantas exóticas e experiências com animais idealizado por Carlos Botelho em 1892.

É um bairro do qual eu gosto muito mas não costumo frequentar. Morei por lá quando criança e me lembro muito bem de alguns lugares. Uma das imagens que guardo desses tempos são os prédios baixinhos, com rampas e passarelas e muito arborizados da Rua Dr. José de Queiróz Aranha.

Nesta rua, de peculiar geografia, há pelo menos dois conjuntos de edifícios habitacionais que povoam positivamente minhas lembranças infantis (quando eu ainda nem imaginava ser arquiteta): os edifícios Guapira e Hicatu do arq. Eduardo Kneese de Mello e o Conjunto Gregório Serrão do arq. Salvador Cândia.

Ambos fazem parte de um conjunto residencial maior denominado "Conjunto Residencial Ana Rosa" descrito e muito bem ilustrado no livro organizado por Maria Ruth Sampaio, "A promoção Privada de Habitação Econômica e a Arquitetura Moderna 1930-1964" e também documentado no artigo "Arquitetura Mackenzie e o Jardim Ana Rosa em São Paulo" de Célio Pimenta e Eunice Abascal (professores FAU Mackenzie).

Na imagem (Google Maps, Fev /2010) as legendas indicam os edifícios que compõem o Conjunto Residencial Ana Rosa: 1) Edifício Guapira e Hicatu. 2) Conjunto Gregório Serrão. 3) Ed. Rodrigues Alves. 4) Ed. Umary. 5) Ed. Urahy. 6) Ed. Biacá. 7) Ed. Vergueiro.

Os edifícios Guapira e Hicatu ocupam uma faixa perpendicular de terreno junto à Rua Dr. José de Queiróz Aranha. São dois blocos de 6 andares com unidades duplex. Cada bloco tem 14 UH por pavimento, totalizando 42 aptos. por bloco. Na parte inferior da unidade localizam-se as áreas de convívio e serviços e na superior dormitórios e banheiro. Nestes apartamentos ainda se faz presente o "quarto de serviços", localizado no piso inferior. Repare na intensa arborização que integra os edifícios.

O conjunto Gregório Serrão localiza-se ao lado dos edifícios Guapira e Hicatu e sua implantação é lindeira à rua. Distante 4 m da calçada é conectado a ela por passarelas generosas que dão acesso aos 5 blocos independentes. Na imagem vêem-se os fundos do bloco na cota inferior junto à rua Alceu Wamosy (onde se localizam os dormitórios). Nesta rua implanta-se o 2o. bloco do conjunto.

Bem próximo destes belos edifícios situa-se o Parque da Aclimação, parque urbano de porte médio. Caracteriza-se como expressiva área de lazer do bairro, com escola de futebol (e estádio municipal), concha acústica, lago, trilhas arborizadas, play-grounds e áreas de descanso.

Bem próximo fica a Praça General Polidoro (quantas voltas de velocípede dei por ali!), que com seu traçado redondo induziu ao uso radial das ruas e avenidas do bairro, antes apenas com casas e prédios baixos, hoje infelizmente sendo povoadas por prédios cada vez mais altos e de gosto (muito) duvidoso!

Lembranças boas de um tempo onde a cidade era pensada e desenhada para o uso e convívio dos habitantes e não apenas como terreno fértil à exploração imobiliária......


Um comentário:

Vinicius Gabriel disse...

passei ontem pelo condomínio sem querer e fiquei assim.... espantado com tanta beleza, e tanta riqueza arquitetônica, tomei como meta de vida morar ali S2