22 de nov de 2010

Feira do Livro na USP 2010

Cartaz da feira. Fonte: Eventos Edusp, 2010.

Acontece nesta semana entre 24 e 26 de Novembro no saguão do prédio da Geografia e História, das 9h00 às 21h00. Descontos gordos! Não perca!

4 de nov de 2010

Pedro Kok | Fotografia de arquitetura

Casa Confetti, habitação estudantil na Universidade de Utrecht. Projeto de Architectenbureau Marliers Rohmer, 2008. Fonte: Pedro Kok, Flickr.

Pavilhão Rietveld no jardim de esculturas do Museu Kroller & Muller em Otterlo, Holanda. Fonte: Pedro Kok, 2010.

Pedro Kok é um fotógrafo brasileiro, tem formação em arquitetura e atualmente mora em Utrecht. Seu campo de trabalho é a fotografia e a videografia em arquitetura. Seu trabalho é muito bonito e eu recomendo uma visita ao seu site: Pedro Kok | Fotografia.

Na sua galeria do Flickr tem muitas outras imagens e muitas de edifícios em São Paulo. Vai lá!

Links relacionados:

15 de out de 2010

Edifício Sampaio Moreira aberto à visitação



Edíficio Sampaio Moreira, 1924. Projeto de Cristiano das Neves. Fonte: Piratininga, 2010.

O Edifício Sampaio Moreira (Cristiano das Neves - 1924) no centro de São Paulo, conhecido como o avô dos arranha-céus (13 pavimentos e 50m até o edifício Martinelli desbancá-lo em 1929) estará aberto à visitação pública até o mês de Dezembro de 4a. a sábado das 10h00 às 20h00 com entrada franca.

Futura sede da Secretaria Municipal de Cultura, prevista para ser instalada em 2012, o prédio foi construído para uso comercial (escritórios) e funcionou até 2008 quando foi desapropriado pela Prefeitura. Nesta semana e até o dia 31 de dezembro sedia o Red Bull House of Art 2010 um evento que promove a residência de artistas no local e abriga exposições itinerantes.

Vá e não deixe de coletar todas as suas impressões. Não apenas dos artistas e de seu modus operandi mas principalmente do edifício, seus antigos elevadores, seus revestimentos de primeira e suas vistas maravilhosas do Vale do Anhangabau e da região central!

Links relacionados:


Curiosidades sobre o Edifício Sampaio Moreira


Endereço: Rua Libero Badaró, 344 a 350.

27 de set de 2010

Entrevista Alberto Campo Baeza



Em entrevista para Less is more TV o arq. espanhol Alberto Campo Baeza fala de suas origens, a influência de Mies Van der Rohe em sua obra e a importância da luz na arquitetura. No portal Plataforma há links para alguns projetos do arquiteto como as casas Moliner e Olnik Spanu, a creche para a Benetton e o Museu da Memória de Andalucia.

Links relacionados:


19 de set de 2010

Videos do Studio Banana TV

O Studio Banana TV é uma plataforma on-line dedicada à promoção da criatividade multidisciplinar em formato audiovisual.

Os vídeos são produzidos sob demanda e variam em formato e foco: há entrevistas com artistas famosos, designers, arquitetos, músicos e também documentários sobre exposições, projetos e estúdios.

Organizados por canais temáticos o Studio Banana TV tem uma rica seleção de vídeos editados por especialistas em cada área do conhecimento. Na área de arquitetura há vídeos variados (180) de Zaha Hadid, Oma, Toyo Ito, Benedetta Tagliabue e muitos outros.

Sediados em Madrid e com um forte foco na cena critativa européia, também estão de olho em parceiros e projetos em outros lugares do mundo.

Para aguçar a nossa vontade de ouvir os arquitetos falando de seu trabalho segue a entrevista com o arquiteto croata Hrvje Njric comentado de forma geral a sua obra e os seus projetos futuros.


Entrevista a Hrvje Njiric | Fonte: Studio Banana TV, 2010.

OMA projeta biblioteca para Caen | França

Caen Library (Bibliothèque Multimédia à Vocation Régionale) from OMA on Vimeo.


Ganhadores do concurso para uma biblioteca (multimídia*) regional em Caen na França o vídeo apresenta em linhas gerais o partido e as soluções volumétricas e espaciais da proposta do OMA.

* A propósito, penso que já faz alguns anos que as bibliotecas deixaram de ser "unimidia".....afinal num mundo absolutamente globalizado (interconectado) os usuários, ávidos por informação mas também por espaços que reúnam o acesso à informação, ao lazer, à fruição e ao encontro exigirão cada vez mais programas multímidia e espaços dinâmicos.

12 de set de 2010

Alunos publicam projeto

Interface da Revista Contemporaneu, 2010.

Os alunos Tales Miranda e Lucas Fernandes Maretti (UNIP Campinas-noturno) publicaram seu projeto do 7o. semestre (1o. sem de 2010), cujo tema era a reconstrução do Mercado da Rua Barão de Jaguara e sua integração a novos usos metropolitanos: habitação, comercio e serviços, promovendo uma nova reconfiguração daquela área.

O projeto esta publicado na Revista Contemporaneu e acessível a quem quiser ver! É isso aí pessoal, projeto tem que ser feito e circular por ai para promover questionamento, crítica e abrir o debate para as transformações urbanas! Parabéns à dupla de alunos.

Eu e a Profa. Eloísa Kempter ficamos muito orgulhosas e incentivamos os demais colegas a também publicarem seus projetos! Segue o link com as informações necessárias para a publicação de projetos pelos estudantes.

Vai lá! É preciso procurar pelo nome ou pela data pois não há um link direto!

9 de set de 2010

Revista Wallpaper destaca o Brasil

Interface da matéria sobre o Brasil em número da revista Wallpaper, 2010.

Na edição de Maio deste ano a Revista Wallpaper destacou o Brasil através da publicação de Born in Brazil Nascida no Brasil. Por várias semanas a revista esteve no país provando e conhecendo um pouco de nossa cultura em arte, literatura, vídeo, design e arquitetura. A idéia era mostrar um país em transição. Acompanhe pelo link os destaques desta edição!

"O Brasil possui uma das maiores heranças mundiais do patrimônio modernista, um legado extenso que decorre do intenso cruzamento cultural que ocorreu nas primeiras décadas do século XX.

A adoção do Brasil ao International Style intensificou sua atuação em prol de algo mais barroco e exuberante, um país onde o potencial do concreto estrutural foi desencadeada sem compromisso.

No entanto, o volume de obras modernistas - Oscar Niemeyer construiu sozinho mais de 500 edifícios - pesa sobre as gerações mais jovens; eles devem desenvolver a estética inegavelmente inovadora do passado ou seguir em busca de novas direções?

Hoje, o país enfrenta grandes desafios na infra-estrutura, uma revitalização urbana esta em curso e percebe-se uma cena animada do projeto residencial privado. Wallpaper destaca dez estúdios que estão na vanguarda da cena contemporânea para lhes trazer um repertório do que há de melhor na arquitetura brasileira da atualidade."


21 de ago de 2010

Pequena escala

Estúdio Gordillo, A&H, 1999-2002. Espaço externo.

Estúdio Gordillo, A&H, 1999-2002. Espaço interno.

Pavilhão de ginástica, A&H, 1993-2003. Espaço interno.

Pavilhão de ginástica, A&H, 1993-2003. Espaço externo.

O estúdio Gordillo, assim como o pavilhão de ginástica do Parque El Retiro (Madrid) são projetos da dupla de arquitetos Abalos & Herreros e constituem-se como edifícios de pequeno porte (o estúdio é um atelier de pintura e tem 380m2 de área construída, o pavilhão tem vestiários, ginásio e uma quadra na cobertura e área construída de 664m2) e ambos expressam a extensiva pesquisa dos arquitetos por materiais e técnicas construtivas inovadoras.

Aproveito para informar que após anos de frutífera parceria o trabalho dos arquitetos dividiu-se em dois novos escritórios: Herreros Arquitectos e Ábalos + Sentkiewicz, ambos em Madrid.

Na Revista El Croquis 115-166 +118, intitulada En Processo 2002-2003 há uma seção dedicada aos projetos da dupla entre eles o Ginásio (Parque El Retiro em Madrid) e o Estúdio Gordillo.

Confira os novos links:

Abalos + Sentkiewicz

Herreros Arquitectos

ou veja os arquivos da produção anterior:

Abalos & Herreros

PS. Na minha máquina as imagens estão em my pics>arquitetos>abalos_herreros.

20 de ago de 2010

Futuro Verde - reportagens especiais

Confira no blog Coletivo Verde uma série de reportagens feitas pela jornalista Fabiana Panachão (@fabianapanachão) que relata experiências de empresas e organizações na busca por um futuro mais sustentável.

As experiências são todas na França e mostram desde espaços coletivos (para reunião de pessoas interessadas em discutir sustentabilidade) produzidos de forma a impactar o menos possível o meio ambiente (menos energia, menos desperdício, reaproveitamento de matéria prima, etc.) até bairros e hotéis que se valem do mesmo conceito em seus projetos. Vai lá!


5 de ago de 2010

Construção Eficiente: Lula sanciona lei que cria Política Nacional dos R...

Construção Eficiente: Lula sanciona lei que cria Política Nacional dos R...: "O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta segunda-feira (2) a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, que tem o objetivo de inc..."

Neste blog dedicado às construções eficientes também é possível conhecer novas tecnologias verdes, projetos modelo e soluções em construção sustentável.

13 de jul de 2010

Quarteirão do São Vito começa a ser demolido

Imagem por SisAnnick (panoramio). Março de 2004.

Começou a demolição dos imóveis situados junto a quadra dos edifícios São Vito e Mercúrio (tidos como os edifícios mais degradados do centro de São Paulo). São 5300 m2 aproximadamente que darão espaço a um parque para unir o Mercado Municipal ao Palácio das indústrias (no parque D. Pedro), segundo estudos da Prefeitura de SP.

Os edifícios já estão vazios mas ainda não estão sendo demolidos. Enquanto isso seu futuro é decidido na justiça e é provável que sua demolição se inicie ainda neste ano (2010).

Os edifícios, alvos de muita polêmica e desapropriados em 2004 na gestão Marta Suplicy foram objeto de estudos do arq. Roberto Loeb que, entre outras coisas, propôs a diminuição do número de unidades, a instalação de um grande elevador externo e uma creche na cobertura. Leia artigo "Luz no Fim do Túnel" na Revista URBS n. 34 (ano 5) de Abril /Maio de 2004.

Na gestão Serra-Kassab, em função do valor para reformá-lo, optou-se pela demolição.

Fontes:

Jornal "O Estado de São Paulo", edição de 17/06/2010.

"Prefeitura agora quer implodir o São Vito". Jornal "A Folha de SP" de 10/10/06.



30 de jun de 2010

Lofts em Valparaíso | Chile


Yungay II, lofts em Vaparaiso, 2009.


Aproveitando que estamos em plena Copa do Mundo e que nesta semana o Brasil eliminou os chilenos por 3 x 0 vou postar um projeto de 2008-2009 em Valparaíso em homenagem a boa arquitetura que temos visto ser feita por lá. Trata-se dos lofts YUNGAY II do grupo Rearquitectura (Christian Barrientos e Antonio Menendez). O lote, típico dos arredores de Valparaíso, é em declive acentuado o que condicionou a patamarização do edifício e o aproveitamento total do espaço disponível. As cores exuberantes aludem à cultura local onde predominam os casarios típicos muito coloridos e os balcões e terraços aproveitam as belíssimas paisagens da cidade e do oceano pacífico. São apenas 20 unidades simples, duplex ou triplex com área reduzida mas com qualidade espacial (e paisagística) de sobra.

Eu moraria fácil, fácil num desses! Aliás eu fui ao site de vendas (o próprio escritório projetou, construiu e esta comercializando) e só restam poucas unidades à venda. Confira o projeto em profundidade de imagens e desenhos técnicos no site Archiweb.

Conheça outro projeto para Valparaiso AQUI.

27 de mai de 2010

Design criativo

Sempre me interessei por design de mobiliário, mesmo não desenvolvendo esta habilidade profissionalmente gosto de pensar móveis que possam acumular funções e servirem a mais de um propósito. Destaco aqui três móveis que vi nos últimos dias em sites de design (aliás, quantos sites de design há para se ver nestes últimos tempos, não?) que me chamaram a atenção pela simplicidade e também pela ousadia. Lá vão eles:

1) Móvel KOO (cuna em espanhol significa berço) da LUNAR, um berço + cadeira de balanço para bebês recém nascidos. Bonito, útil e serve tanto para o bebê quanto para a mãe. Quando não puder mais ser utilizado como berço ainda será uma bela cadeira de balanço!

Fonte: Lunar, 2010.

2) Cadeira com encosto-pendura coisas: Reindeer Chair. Muito prático; haveria certamente um lugarzinho para ela em minha casa!Feita pela BAITA DESIGN um estúdio de design brasileiro (Rio de Janeiro).

Fonte: Freshome, 2010.

3) Este não tem dupla função mas é igualmente belo. Trata-se do berço ROH feito pela SPOT ON SQUARE para bebês ultramodernos que substituiu as grades por uma placa de acrílico 100% reciclável. Bom para o bebê e para a mãe. Uma bela peça de design para mamães e bebês do séc. XXI.

Fonte: Freshome, 2010.

Links relacionados:



24 de mai de 2010

Sustainable Future

Expo em Londres discute o papel do design x sustentabilidade.


A exposição Sustainable Futures, em cartaz desde o final de Março de 2010 no Design Museum de Londres, investiga as possibilidades do design aliado à sustentabilidade.

A mostra, apresentada através de 5 temas (cidades, energia e economia, comida, materialidade e cidadãos criativos) discute a mudança do papel do designer e como ele pode sim fazer a diferença em busca de soluções viáveis do ponto de vista social, econômico e ambiental. Em cartaz até Setembro de 2010.

A cidade de Curitiba esta exposta como modelo de cidade sustentável. Há também embalagens muito bacanas como a dos tênis PUMA, um carro movido a hidrogênio e outras coisas bem interessantes!

Mais informações no site do Design Museum e no boletim do Deezen.


12 de mai de 2010

People meet in architecture


Museu Exploratório de Ciências da Unicamp. Concurso, 1o. lugar: Daniel Corsi, Dani Hirano e Reinaldo Nishimura.

Centro Municipal de Arte e Educação dos Pimentas (Guarulhos-SP). Projeto de Mario Biselli e Artur Katchborian.

No início de Maio foi anunciado o tema da 12a. Bienal de Arquitetura de Veneza: "People meet in architecture". Kazuyo Sejima, ganhadora do Pritzker deste ano ( junto ao colega Ryue Nishizawa do estúdio SANAA) é quem dirige o evento nesta edição, e para ela, o tema propõe uma forma da arquitetura relacionar-se com as pessoas, as pessoas relacionarem-se com a arquitetura e com elas próprias (o que será mesmo que ela quis dizer com isso?? hehehehe).

O Brasil participa do evento com os arquitetos Mario Biselli, Ricardo Ohtake, Angelo Bucci (SPBR), Ricardo Boldarini e Daniel Corsi. Ricardo Ohtake é o autor do pavilhão brasileiro que homenageia Brasília e cujo tema é "Brasília e seus desdobramentos". A idéia é apresentar Brasília e seus desdobramentos na obra de 4 gerações de arquitetos (Biselli, Bucci, Boldarini e Corsi).

Parabéns aos arquitetos selecionados! Vamos Acompanhar os acontecimentos de Veneza aqui no blog!

Quando: 29 de Agosto de 2010 à 21 de Novembro de 2010.

30 de abr de 2010

JVA Arquitetos Noruegueses


Edge House, 160m2, 2008.

O grupo norueguês JVA é formado pelos arquitetos Einar Jarmund e Hakon Vigsnaes, estabelecidos em Oslo desde 1996. À partir de 2004 Alessandra Kosberg passou a integrar a equipe que tem sua obra representada em sua maior parte por edifícios públicos e belas casas. Também estão envolvidos em projetos urbanos e desenho de interiores.

No site os projetos estão divididos em categorias Large, Small, Misc e Unbuilt. A casa acima é a Edge House e situa-se na categoria Small. Vai lá e confere! Tem excelentes projetos! Dica do colega Isac Marcelino!

23 de abr de 2010

Soluções para a porção leste da região central de São Paulo em livro!















Vista do impacto produzido no Parque D. Pedro II pelos sistemas de vias expressas e de transporte público que, dada a ausência de cuidado em sua implementação, destroem seu atributo de parque. Fonte: UOL, 2010.

Lançado na semana passada, o livro " A leste do Centro, Territórios do Urbanismo" de Regina Meyer e Marta Grostein propõe, através de minuciosos estudos, melhorias para a região central da capital paulista.

Em postagem de Janeiro de 2009: Novas (velhas) soluções urbanas já manifestava minha indignação com o descaso com que estes bairros vem sendo tranformados! Tomara que as propostas sejam boas, viáveis e oportunas para a recuperação de uma área tão importante da nossa cidade!

A publicação, da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, é um belo exemplar ricamente ilustrado com mapas, fotografias (antigas e recentes) e propostas de intervenção na região dos bairros abrangidos pelo chamado vetor Leste (Brás, Pari, Mooca e Glicério).


Entrevista às autoras no portal UOL pode ser conferido AQUI.

Fotos do livro estão neste ÁLBUM!

Para COMPRAR o livro (R$ 130,00 em Abril de 2010)



12 de abr de 2010

Expo Casa Alemã Ecoeficiente no Ibirapuera













Fonte: Camara Brasil Alemanha, 2010.

Inaugura amanhã ÀS 11h (13 de Abril de 2010) a exposição Casa Alemã a Casa Ecoeficiente no Parque Ibirapuera, próximo ao pavilhão do Museu Afro Brasileiro. A exposição abre a semana com vários seminários e debates acerca do tema da construção ecoeficiente. Confira no LINK a programação completa e vá se tiver oportunidade!

A casa alemã é baseada no modelo de habitação sustentável da Universidade Técnica de Darmstadt, proposta vencedora do Solar Decathlon, concurso patrocinado pelo Departamento de Energia dos EUA em 2007 e 2009.

Neste ano esta em curso em Madrid o Solar Decathlon Europa e o Brasil esta participando com a Casa Solar Flex através de uma parceria entre universidades Brasileiras (USP, UNICAMP, UFMG, UFRJ, UFSC e UFRGS). O evento será realizado entre Maio e Junho.


Video da experiência alemã no Solar Decatlhon 2009. Fonte: YouTube, 2010.

Biblioteca Des Moines | David Chipperfiled
























Fonte: Google Maps, 2010.


A Biblioteca Pública de Des Moines em Iowa é projeto de David Chipperfiled e foi construída entre 2001-2006 (projeto e obra). A implantação do edifício de 13.500 m2 na porção leste do "Western Gateway Park" (uma área destinada a ser um parque e que tem sido objeto de várias intervenções urbanas dentre elas a própria biblioteca) gera diversos espaços residuais com qualidades muito específicas: junto à Grand Avenue (ao norte) posta-se de forma mais linear mas nem por isso menos irregular; há duas inflexões nesta face que criam uma praça de acesso que conduz ao sub-solo. Nas demais sucedem-se praças mais generosas (a oeste) e uma praça de acesso mais voltada para o pedestre (leste).Todas constituindo-se como espaços de continuidade (visual ou física) da biblioteca.

O edifício de dois pavimentos assenta-se sobre um piso de estacionamentos no sub-solo e é todo revestido por esquadrias de metal e vidro. Este, em três camadas recheadas com malha de cobre, além de filtrar a luz e melhorar a performance térmica também confere uma textura homogênea ao volume e garante uma relação intensa entre os espaços internos e externos (durante o dia o interior não é visto, apenas à noite).

1 de abr de 2010

Terrain Vagues por Edilene Donadon

















Imagens:Edilene Donadon, 2007.

Com o título "Terrain Vagues": um estudo das áreas urbanas obsoletas, baldias ou derrelitas em Campinas a colega Edilene Donadon, orientada pelo Prof. Denio Munia Benfatti, defendeu sua dissertação de mestrado na FEC - Unicamp no ano de 2009.

"Terrain Vagues são os lugares esquecidos na cidade, mas, de forma contraditória, repletos de memória do passado incidindo sobre o presente. Este trabalho tem como objetivo verificar se o conceito estabelecido por Ignasi de Solà-Morales, denominado como Terrain Vague, aplica-se às áreas abandonadas e obsoletas na cidade de Campinas-SP. A pesquisa localiza essas áreas ao longo dos rios, das estradas de ferro desativadas, das áreas industriais obsoletas, que descrevam uma situação de abandono, de forte memória de lugar e de possibilidades múltiplas e originais. No estudo de campo, foram identificadas e analisadas as áreas quanto ao seu tipo e à sua formação: linhas férreas e pátios de ferrovias abandonados ou subutilizados; mudança ou deslocamento de áreas e lotes industriais - friche industrielle; margens de córregos com ocupações incompletas ou que se caracterizam como franjas de outras ocupações. Desse modo, o trabalho intenta revelar, através de um conjunto de documentos e sua análise, a potencialidade e a singularidade dos terrain vagues e a sua importância para a cidade, em termos quantitativos e qualitativos. Pretende-se, assim, evidenciar a necessidade de uma abordagem mais completa dessas áreas antes de sua total ocupação, ocupação esta que vem ocorrendo de maneira desordenada nas últimas décadas."


No mês de março assisti a uma apresentação sobre a dissertação e gostei muito. Fiquei bastante interessada na leitura integral do documento e disponibilizo AQUI o link para download. Edilene seu trabalho ficou excelente! Parabéns! :-)

29 de mar de 2010

Mercados públicos

Mercado de Santa Caterina, Barcelona. EMTB.


Benedetta Tagliabue fala sobre o Mercado Santa Caterina, Studio Banana TV.

Aproveitando que em uma das turmas da disciplina de projeto (4o. ano) estamos estudando o tema dos mercados públicos posto aqui algumas dicas de pesquisa sobre mercados públicos (aqueles mantidos pela municipalidade) e um vídeo muito curioso sobre uma manifestação cultural ocorrida em Valencia no Mercado Municipal de lá (dica do colega Afonso Risi).



A idéia central do exercício é reprojetar o Mercado Campineiro tornando-o mais relacionado à espaços livres contíguos, criados a partir de algumas edificações demolidas. Propõe-se rediscutir o conceito original do mercado, onde, em geral as mercadorias eram vendidas em praça pública e ir às compras não era uma atividade meramente consumista mas também uma fruição, um passeio, a possibilidade de um encontro. Sugerem-se para pesquisa os seguintes mercados:


Links relacionados:

18 de mar de 2010

Light Steel Frame na habitação social

Casas recém construídas pela CDHU utilizam steel frame. Fonte: CBCA, 2010.


Notícia veículada no site do CBCA - Centro Brasileiro de Construção em Aço mostra as primeiras construções da CDHU feitas com o Light Steel Frame. São 22 casas térreas de 42m2 a um custo estimado de R$ 44,3 mil. O projeto não apresenta nenhum atrativo arquitetônico mas a novidade de se construir para baixa renda usando tal tecnologia parece um avanço e merece destaque.

Uma das mudanças necessárias ao país para enfrentar o déficit habitacional é sem dúvida de ordem técnica e construtiva. Mas há outros entraves tão importantes quanto esses; o projeto urbanístico e arquitetônico não deveríam ser tão desprezados! Sem resolvê-los, nem o programa Minha Casa, Minha Vida vai dar jeito no problema!


Matéria publicada na Revista Techné n. 155, de Fev | 2010.

16 de mar de 2010

Porra, arquiteto!

Um blog para o seu momento "quero rir um pouco", nem que seja da própria desgraça!! Hehehehe

O blog Porra, Arquiteto! criado pelo LuiZ Caetano e Rubens M., aceita envio de sugestões para postagens! Vai lá e dá umas risadas! Quem ri por último ri melhor!!


15 de mar de 2010

Concurso de habitação CDHU


Amanhã é o lançamento oficial do concurso de tipologias habitacionais sustentáveis promovido pela CDHU em parceria com o IAB-SP. Boa notícia! Esta aberta a temporada de especulações criativas para ajudar a companhia de habitação a pensar o problema das tipologias habitacionais. No entanto acredito que este não seja o maior dos nossos problemas, mas sim o equacionamento da questão habitacional de forma mais particularizada (terrenos diversos, demandas distintas, soluções diferenciadas etc.). Parece-me curioso pensarmos nas tipologias antes de pensar no urbano (particular) ....ou será que a CDHU continuará a pensar o urbano como sempre?
Vamos lá! Taí um concurso que vai dar o que falar!

Video | The third & the seventh

The Third & The Seventh from Alex Roman on Vimeo.


Video mostra arquitetura de forma fotografica em belíssimas imagens. Dica do Leandro Schenk (Studioilex).

8 de mar de 2010

Biblioteca de São Paulo



Conjunto de edifícios da biblioteca e da ETE. Google, 2010.

Imagem aérea depois da instalação do parque e da área institucional. Google, 2010.

Imagem antes da desativação do presídio do Carandiru. Fonte: ArcoWeb, 2004.


Visitei a Biblioteca de São Paulo no último sábado junto a um grupo de estudantes e fiquei bem impressionada com o que vimos por lá. Uma biblioteca espaçosa, confortável, cheia de livros e equipamentos novos e pessoal especializado para auxiliar.

O projeto de Aflalo & Gasperini compõe-se de linguagem semelhante já utilizada em outros edifícios do gênero (SENAC Interlagos) como as placas de concreto pré-moldadas utilizadas nas fachadas, requadramento de janelas e nos peitoris. Ambos os projetos foram elaborados sobre estruturas pré-existentes.

Concebido como um longo pavilhão de dois pavimentos com um grande vazio central o espaço interno é bastante claro e de fácil apreensão. Amplos espaços de estar no hall de acesso (tanto internos quanto externos ao controle) demarcam o local de retirada e devolução dos materiais. O primeiro nível é dedicado às crianças e jovens leitores com estantes e móveis baixos, compartimentos de leitura flexíveis (e móveis), poltronas e mesinhas confortáveis.

No segundo piso localizam-se os periódicos, livros, equipamentos destinados aos deficientes e mobiliário adequado para os diversos fins de pesquisa. Há uma área com vários títulos em DVD que podem ser vistos através de computadores. Nas duas extremidades do edifício há varandas com mobiliário de uso mais flexível e ambas são cobertas de forma transparente. Uma das varandas tem uma bela vista para o Parque da Juventude.

No piso térreo, além das áreas externas abrigadas ainda há um espaço delimitado e coberto por lonas tensionadas que é destinado às atividades externas da biblioteca.

Links relacionados:

Projeto Paisagístico de Rosa Grena Kliass - mais informações sobre as etapas do concurso vencido pela equipe de Aflalo & Gasperini, as fases de implantação e algumas definições sobre o Parque da Juventude.

Biblioteca de São Paulo - para conhecer o acervo da biblioteca e o seu funcionamento.

Sistema Municipal de Bibliotecas de São Paulo - conheça as demais bibliotecas de São Paulo e suas programações.

Matéria na Revista Casa & Jardim - notinha superficial


Matéria na Skyscrapercity - aprofunda-se em alguns aspectos.

Matéria na AU - sucinta
Release da PMSP sobre a BSP - com dados estatísticos.

Blog Bibliotecários Sem Fronteira - a biblioteca vista pelos bibliotecários.
Matéria no Web Librarian - lá tem outras matérias sobre as bibliotecas de Amsterdam, Seattle, Oberlin Mudd Main Librarian. Com imagens das áreas de leitura! Vale a pena conhecer!


Conheça o projeto na edição de Abril de 2010 da Revista AU.