24 de nov de 2009

EXPO Xangai 2010


Estande Paulistano na EXPO Xangai 2010, fonte Estadão.


No ano que vem teremos mais uma Exposição Universal, esta que será em Xangai, terá entre seus pavilhões um de São Paulo e um do Brasil. A EXPO 2010 faz parte de um evento que acontece no mundo desde 1851 com a grande Exposição Universal de Londres. Tais exposições sempre foram uma oportunidade de mostrar ao mundo as novas invenções e de projetar as nações no cenário econômico internacional. Como evento propulsor de negócios são tão importantes como a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

O órgão que organiza as exposições é o
Bureau International de Expositions, um organismo intergovernamental sediado em Paris. A feira de Xangai, estima-se, será visitada por 70 milhões de pessoas, em 239 estandes de países e 55 de cidades escolhidas. Terá a duração de 6 meses e acontecerá entre Maio e Outubro do próximo ano.

Com o tema "Melhor Cidade, Melhor Vida" será uma rica oportunidade para as nações pensarem e mostrarem alternativas para uma vida melhor nas metrópoles (hoje mais populosas do que as áreas rurais). São Paulo será representada por um estande de 400m2 cuja atração será o Projeto Cidade Limpa que retirou do espaço urbano paulistano o excesso e o exagero de comunicação visual de bom e mau gosto!

Daniela Thomas é autora do projeto baseado num pequeno COPAN recheado de imagens de uma cidade limpa, sem poluição, sem trânsito e sem stress (tudo o que ela não é!).

Me engana que eu gosto!! hehehehe...é isso ai!

Eu nunca fui a uma Exposição Universal, mas em 1999 estive em Lisboa e ainda pude visitar alguns edifícios da EXPO 98 como o Pavilhão Português de Alvaro Siza, o Oceanário de Peter Chermayeff e a maravilhosa Estação do Oriente de Santiago Calatrava (um complexo de transportes ferroviário e metroviário que conecta Lisboa ao Parque das Nações (área urbanizada por ocasião da EXPO 98 e que hoje é um bairro moderno à beira do Tejo e com boa oferta de habitação, comércio e serviços).


Links relacionados:

Matéria no blog Métropole do Estadão >>


PARQUEXPO >> empresa que organizou a exposição e hoje atua como sociedade anônima de capital público em projetos de urbanização no mundo todo (no site é possível conhecer alguns projetos no Brasil: Fortaleza e Recife).

Portal das Nações >> rede social do Parque das Nações, aqui é possível conhecer os projetos e os arquitetos que construíram a maioria dos edifícios, acessar a agenda de eventos, consultar serviços e muitas outras coisas.

20 de nov de 2009

Estação de Trens vira Centro Cultural


Proposta vencedora propõe grande cobertura entre os edifícios existentes. Fonte: site 3XN, 2009.

Os arquitetos dinamarqueses do 3XN (cuja obra, pouco convencional vale a pena conhecer) venceram concurso para reurbanização / requalificação (master plan) de uma estação férrea desativada no centro histórico de Aarhus (Dinamarca). A proposta prevê a transformação da estação de trens num complexo cultural de 9 mil m2 com espaços para produção, difusão e experimentação cultural nas áreas de cenografia, literatura e artes visuais. O partido propõe uma grande e complexa cobertura por onde se pode caminhar e que unifica os edifícios existentes através de um grande salão.

Também são previstas áreas para construção de outros edifícios junto ao complexo cultural.





16 de nov de 2009

Especificação de materiais

Pascal Arquitectos, Casa de Meditação, México, 2006.



A opção por este ou aquele material de revestimento é sempre acompanhada por inúmeras questões relacionadas à especificação técnica: qual material, com qual acabamento ou corte, como fixá-lo, como representá-lo etc...

Nesta matéria da AU elaborada por Juliana Nakamura é possível entender um pouco mais sobre a especificação do granito, material de grande durabilidade, baixa manutenção e resultado plástico bastante expressivo.

Com a evolução dos sistemas de fixação as pedras não são mais fixadas ao edifício com argamassa, ficando este sistema limitado a edifícios de até 15m de altura. A NBR 13707 regulamenta o Projeto de Revestimento de Paredes e Estruturas com Placas de Rochas.

Leituras Relacionadas:


MCLEOD, Virginia. Detalhes Construtivos da Arquitetura Residencial Contemporânea. Porto Alegre, Bookman, 2009.

BEINHAUSER, Peter. Atlas de Detalhes Construtivos. Barcelona: Ed. GG, 2009.

9 de nov de 2009

20 anos sem o muro de Berlin!


Dominó gigante de 1000 peças será derrubado hoje.

Hoje faz 20 anos que o muro de Berlin foi abaixo num dos últimos episódios envolvendo a agonia do socialismo europeu. Parece muito tempo mas se refletirmos melhor veremos que muitos jovens recém formados ainda viveram sob esta condição (eu se vivesse na Alemanha Oriental teria passado metade da minha vida assim!).

Parece-nos absurdo uma sociedade viver por tanto tempo dessa forma. Mas se hoje ninguém imagina algo semelhante em nossa sociedade, é bom lembrarmos que ainda existem muitos muros invisíveis nela! Pense nisso!

Para os arquitetos é bom conhecer um pouco da história de Potsdamer Platz, (no séc. XIX conhecida por Platz Vor Potsdamer Thor) um frenético cruzamento próximo ao Tiergarten (imenso parque que também dá nome ao bairro), que bombardeado na II Guerra e com a construção do muro em 1961 transformou-se num enorme vazio simbólico. Potsdamer foi reconstruída a partir da década de 90 transformando-se novamente num importante centro metropolitano de Berlin.

Este processo envolveu vários arquitetos liderados por Renzo Piano, muitos concursos e projetos para 19 edifícios. Para saber mais >>

Links relacionados:

Berlin depois do muro >>

Matéria completa no portal G1 >>

Para saber mais sobre a construção do muro, o seu funcionamento e sua demolição consulte o excelente material produzido pela DW >>

Um dominó de 1000 peças será derrubado na cidade em comemoração ao fim do muro
Estadão >>

Notícia do JN
em Novembro de 1989 >>

Filmes para ver e pensar >> Adeus Lênin e A vida dos outros.

3 de nov de 2009

Anuário Wallpaper

Casa Tic-Tac, destaque na Wallpaper, FGMF, 2009.


A revista inglesa Wallpaper é uma importante referência no mundo do design, da moda e das artes. Em seu site tem áreas específicas destinadas à arquitetura, desenho de interiores, tecnologia e outras áreas afins.

Todo ano ela publica um anuário destacando os jovens arquitetos e designers e as tendências relacionadas a estas áreas.

Revista Wallpaper, anuário de arquitetura 2009.

Os anuários dividem-se em três: arquitetura, retail design (interiores de lojas de varejo) e o graduate directory (formandos destacados nas várias áreas de expressão artística). Na categoria arquitetura de 2009 foi proposto aos arquitetos que projetassem a casa modelo ideal.

Neste ano, representando os jovens arquitetos do Brasil, figura o escritório Forte, Gimenes & Marcondes Ferraz destacados com o projeto da casa TIC TAC. Uma habitação que, relacionando o cotidiano dos habitantes à passagem do tempo e das estações (e porque não do humor de cada dia), propõe uma casa mutante. No projeto quatro núcleos móveis relacionam-se ao núcleo fixo central (onde localizam-se a cozinha e o banheiro) promovendo uma rica diversidade de opções de vivência, mesclando de forma sútil e às vezes radical os limites entre espaços públicos e privados.

Na revista é possível conhecer as outras 29 casas de outros arquitetos com link para seus portfolios.

Recentemente o mesmo grupo recebeu o 9o. prêmio "Jovens Arquitetos" promovido pelo IAB em São Paulo com uma escola em Várzea Paulista para a FDE. Veja o hot link >>