8 de set de 2008

VAGA LIVRE


Cidades brasileiras aderem à moda de trocar estacionamentos convencionais por pequenos parques

Fonte: Sibélia Zanon
Revista Vida Simples - 09/2008

Estacionamentos ocupam espaço na cidade, são áreas cimentadas ou espaços nas ruas que poderiam servir para outra coisa. Quem sabe um gramado, bancos, cadeiras, plantas, som ambiente e pessoas lendo ou conversando...

Nada mal, não é? Park(ing) Day, como o próprio nome sugere, é a idéia de transformar, por um dia, vagas de estacionamento de veículos em pequenos parques. O movimento surgiu em 2005 em São Francisco, nos Estados Unidos, como iniciativa de um grupo de artistas e interessados, e se transformou em evento anual. Os espaços públicos, cada vez mais lotados de carros e carentes de lazer, são alvo da reflexão: o que queremos fazer das nossas ruas?

No Brasil, a proposta já foi abraçada por três cidades: Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. Em Belo Horizonte, a idéia começou com o nome de Vaga Verde e se transformou em Rua Verde, com direito a um quarteirão fechado para música, dança, poesia e jogos. No Rio de Janeiro, vagas do centro da cidade darão espaço ao parque temporário no dia 19 de setembro: “Estamos tão acostumados com carros ocupando o espaço urbano que paramos de questionar, mas é preciso pensar no espaço para outras coisas”, sugere Zé Lobo, da Associação Transporte Ativo, organizadora do projeto no Rio.

Entre os dias 19 e 22 de setembro, as três cidades brasileiras e mais de 50 no mundo irão montar seus parques. E uma simples vaga de carro pode ganhar muitas caras e cores, novos sons e diferentes usos.

Links relacionados: Blog do transporte ativo

2 comentários:

Silvia Azevedo disse...

Achei a ideia ótima, mas sabe se este projeto emplacou mesmo nas cidades citadas?
Não lembro de ter ouvido nada a respeito...

Cláudia Oliveira disse...

Ola Silvia! Acredito que algumas destas ações são manifestos a fim de conscientizar as pessoas sobre a necessidade de não se valorizar tanto o automóvel! cabe a nós incentivar tais ações e sempre que possível deixar o carro só para as longas distâncias!