13 de ago de 2008

Vivienda en Común - AV Monografias n. 126 (2007)


Fonte: fig. 1 site Ofis Arhitekti, fig. 2 capa da revista, makau.


Passei horas felizes na biblioteca do campus SWIFT e aqui vai uma dica para pesquisa sobre edifícios de habitação coletiva: a revista AV n. 126.

Dedicada à habitação, traz alguns conjuntos antigos como as habitações sociais em Bouça (Porto) de Alvaro Siza publicado com muitos desenhos e ótimas imagens. E também projetos ousados e originais como o dos arquitetos eslavos, Ofis Arhitekti, para um conjunto em Izola que se utiliza da geometria das aberturas para alcançar uma expressividade plástica ímpar nas fachadas, além de abrigar-se do sol.


Tem também Nieto e Sobejano em Groningen, MVRDV em Amsterdam (Parkrand, gigantesco!), Morphosis & Diaz-Urgorri em Carabanchel, Manuelle Gautrand em Rennes, Fink & Jocher em Munique (Olympiapark), Ferrater & Martí em Barcelona, DKV architekten em Amsterdam (torre de apartamentos redonda) e outros bons projetos!

Compromisso Europeu

Ante à crise imobiliária e financeira e frente à ameaça das mudanças climáticas, as administrações européias colaboram com arquitetos, promotores e diferentes grupos sociais na busca por soluções que tornem compatível a construção de habitação de qualidade para atender às necessidades dos cidadãos com o crescimento racional das cidades e com a exigência de projetos inovadores que contribuam para a conservação do meio ambiente.

As obras aqui apresentadas tem em comum a preocupação por questões como a densificação, a economia energética, a utilização de materiais locais, a flexibilidade dos programas ou a resposta a um determinado entorno urbano.

Tais obras constituem uma mostra da atenção que na Europa continua sendo dada ao compromisso social que fundamenta a arquitetura da habitação coletiva desde o Movimento Moderno.

2 comentários:

lottery winners disse...

Well done for this wonderful blog.

stock trading pick disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.