3 de mai de 2016

Acervo Fotográfico do Arquivo Histórico de São Paulo

Quem precisar consultar o acervo fotográfico do Arquivo Histórico de São Paulo pode fazê-lo utilizando o link a seguir: ACERVO!

E no site "Da relíquia ao virtual" estão muitas preciosidades como imagens de logradouros, edifícios, mapas e até desenhos como este anteprojeto para o Estádio do Pacaembu, do escritório Severo & Villares, de 1934.




Fonte: Exposição "A cidade e seus documentos"de 2011.

29 de abr de 2016

GEOSAMPA tá no ar!

Já faz um tempinho que o Geosampa foi ao ar, mas como somente agora estou voltando ao blog aproveito para compartilhar a notícia e o link!

O Geosampa é uma ferramenta de consulta de informações urbanísticas da cidade de São Paulo e funciona de forma dinâmica e interativa. 

É o usuário quem escolhe o tema de sua pesquisa e sobre qual base quer vê-la visualizada (atualmente são 4 bases disponíveis: um mapa  político administrativo, uma ortofoto de 2004 - que deu origem ao MDC - mapa da cidade, um mapa topográfico e o mapa Sara Brasil - feito na década de 1930).

Assim, é possível sobrepor informações como linhas de ônibus, ocorrência de equipamentos urbanos, zoneamento e várias outras informações importantes do PDE-2014 sobre a base desejada.

Também é possível baixar em forma de dados abertos muitas outras informações.

A base Sara Brasil foi recentemente disponibilizada para visualização.

Interface do Geosampa: base Sara Brasil, camadas de hidrografia e ZEIS.
O Sara Brasil é um levantamento pioneiro feito com uma técnica chamada aerofotogrametria, que consiste num mapeamento feito a partir de fotos áreas. O trabalho foi realizado entre 1928 e 1933 pela empresa italiana Societá Anônima de Rilevamenti Aerofotogrammetrici – SARA. O projeto fez com que São Paulo fosse a primeira cidade no mundo a produzir cartas detalhadas em escala 1:1.000, impressas também em 1:5.000. (Fonte: Gestão Urbana SP)

O Geosampa é um portal da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU), feito por meio do Departamento de Informações (DEINFO), e desenvolvido pela Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo (PRODAM).

15 de mai de 2012

Dica de Blog | Laboratório de Estudos sobre Cidades, Culturas Contemporâneas e Urbanidades | LECCUR

Pesquisando sobre o II ENANPARQ - Encontro da Associação Nacional de Pesquisa e Pós Graduação em Arquitetura - cheguei até o LECCUR que é o  Laboratório de Estudos sobre Cidades, Culturas Contemporâneas e Urbanidades ligado ao Departamento de Arquitetura e PPGAU da Universidade Federal da Paraíba. O LECCUR é um blog que "tem como objetivo desenvolver pesquisas que articulem dimensões arquitetônica, urbanística, sócio-cultural e histórica com foco nas dinâmicas contemporâneas." 

Tem  textos informativos, pesquisas realizadas e links úteis. Vou linkar ao melhor lugar. Conheça!

A propósito, o II ENANPARQ será em Natal entre os dias 18 e 21 de Setembro de 2012. 

13 de mar de 2012

Arquitetura Brutalista | índice de obras brasileiras

Corte do Centro Paroquial São Bonifácio. Hans Broos, 1965.

Brutalista é o nome dado a arquitetura cujas estruturas são deixadas à mostra como elemento importante de expressão plástica e técnica (verdade estrutural), é feita explorando-se a potencialidade e plasticidade do concreto armado sempre aparente.

No Brasil seu apogeu deu-se a partir dos anos 50 e João Vilanova Artigas foi seu grande representante e mentor do movimento conhecido como Escola Paulista.

Corte do Restaurante Vertical Fasano. Telésforo Cristofani, 1964.

Neste LINK é possível encontrar uma pesquisa organizada pela Profa. Dra. Ruth Verde Zein (FAU Mackenzie) sobre Arquitetura Brutalista no Brasil. Foram analisados 78 projetos e os resultados estão disponíveis em imagens e revistas da época e também desenhos. Alguns deles originais como o da imagem acima! Naqueles tempos "o traço do arquiteto" era sua marca!

Dá pra ver em detalhes o projeto do Balneário de Águas da Prata do arquiteto João Walter Toscano, minha igreja favorita na Vila Mariana (Centro Paroquial São Bonifácio, projeto de Hans Broos), o edifício Guaimbê do Paulo Mendes da Rocha, o edifício E1 na Escola de Engenharia de São Carlos (Helio Duarte, 1953) e muito mais! Vai lá!

Fonte das imagens: www.arquiteturabrutalista.com.br, coordenação Prof. Dra.Ruth Verde Zein, FAU Mackenzie.

Pra saber mais:

"Brutalismo, a última trincheira do movimento moderno" de Fernando Freitas Fuão de 2000 para o Vitruvius.

Tese de doutorado "A Arquitetura da Escola Paulista Brutalista 1953-1973" de Ruth Verde Zein.


12 de dez de 2011

Medianeras: o filme e as grandes cidades


Para curtir uma história e várias reflexões, inclusive uma ótima sobre as cidades que os arquitetos constroem! Dica de cinema! Em cartaz no Reserva Cultural (12/12). Vai lá! Eu fui e adorei!

Como surgiram as ciclovias na Holanda?

A aluna Rosana Soares enviou-me esta dica de um vídeo sobre a história das ciclovias na Holanda. São pouco mais de 7 minutos que valem a pena assistir!




28 de out de 2011

Livros pra ler ou baixar na rede

O portal Scribd é um espaço para compartilhamento de livros, documentos e outros materiais entre usuários cadastrados do mundo todo.

Funciona bem fácil:

Você pode baixar um material para o seu computador e para fazê-lo deve compartilhar alguma coisa sua (pode ser uma apresentação, um artigo em PDF ou doc ou mesmo algum livro ou revista digitalizado).

Também é possível seguir usuários cujas coleções (estantes) são boas ou mesmo acrescentar alguma publicação de outro usuário à sua coleção (estante) e ter acesso a ela via rede sempre que quiser.

Você pode comentar sobre as publicações e também interagir com outros usuários. Funciona integrado ao facebok. Na era dos tablets é um prato cheio para leituras amenas.

Não me informei sobre o aspecto legal desses compartilhamentos mas lá estão vários livros e revistas que adoraríamos possuir escaneados inteirinhos! Vale a pena conhecer!

Veja esta raridade, o livro "Brazil Builds: architecture new and old, de Philip Goodwin de 1953.

Para quem gosta de entender a construção a partir de seus detalhes construtivos o excelente Architecture in Detail, vol. II de Graham Bizley, editado em 2010.

Tem também uma coleção imensa de revistas como esta "El Croquis - Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa" com projetos de 1995 a 2000.

17 de out de 2011

Pavilhão de Volta Redonda

Você que frequenta o Parque Ibirapuera sabe dizer porque existe lá um pavilhão japonês? Ou porque aquela ponte sobre o lago (de onde se vê o pôr do sol) tem aquele desenho?


Ponte sobre o lago. Makau, Outubro de 2011.

Em 1954 comemorou-se o IV Centenário de São Paulo | I Feira Internacional e o Parque Ibirapuera foi transformado no símbolo desta comemoração.

O empresário Cicilo Matarazzo foi quem encabeçou a organização dos festejos. Construíram-se equipamentos como o planetário, o ginásio, a marquise e vários pavilhões de exposições (das nações, dos estados, da indústria, da agricultura e dos estados).

Alguns desses edifícios permaneceram e são utilizados como espaços de exposição mas outros foram construídos apenas para a ocasião dos festejos e foram demolidos em pouco tempo.

O "Pavilhão de Volta Redonda", projeto de Sergio Bernardes foi um deles. Construído para ilustrar, na ocasião, as possibilidades da construção em aço com atirantamentos, foi demolido logo em seguida.

O pavilhão, de corpo único e planta ortogonal, foi construído sobre o lago como um edifício-ponte. Das duas estruturas-ponte que promoviam o acesso ao pavilhão restou apenas uma que esta lá até hoje!



Planta, em verde a estrutura de ponte mantida. Fonte: Cavalcanti, 2001.


Imagem, pavilhão e as pontes laterais. Fonte: Cavalcanti, 2001.


Corte, planta ortogonal contrasta com estrutura trapezoidal . Fonte: Cavalcanti, 2001.



Imagem, pavilhão e as pontes laterais. Fonte: Cavalcanti, 2001.


Fonte:



CAVALCANTI, Lauro. Quando o Brasil era Moderno, Guia de Arquitetura 1928-1960. Rio de Janeiro, Aeroplano, 2001. (pg. 350-351)


14 de jun de 2011

Arquitetura em Extremadura | guia em video

A jornalista e historiadora especializada em arquitetura Anatxu Zabalbeascoa (El País) apresenta neste video uma face menos conhecida da arquitetura do oeste da Espanha, região de ruínas romanas e edifícios renascentistas (região de Extremadura: Cáceres, Mérida).

No video ela menciona a quietude e o espírito bucólico de muitos desses sitios em contraste com uma arquitetura contemporânea que busca o diálogo e o respeito à história como linguagem.

Lá estão os projetos para uma parada de ônibus em Casar de Cáceres de Justo Garcia, o Centro de Congressos em Badajoz de Selgas Cano, o Templo de Diana em Merida de José Maria Sanches Garcia, o Hotel Atrio em Cáceres de Mansilla y Tuñon, a "Factoria Joven" em Merida de Selgas Cano e o projeto para um Centro Esportivo em Zarza de Granadillo, "El Anillo" (o anel) de José Maria Sanches Garcia.

Todos, à sua maneira, buscando uma resposta equilibrada (sensível, adequada) ao se inserirem em contextos tão marcantes como os históricos ou naturais.

Links relacionados:














>

Fonte: Guardian, Jun 2011.

24 de mai de 2011

Mooca em transformação

Em março fui à Mooca ver de perto as transformações do bairro, de olho nos lançamentos imobiliários do setor habitacional. O bairro cujo perfil original era de operários, fábricas e um comércio local, hoje é explorado como excelente opção de lugar para se morar: proximidade com o centro, oferta de transportes, educação em todos os níveis, comercio e serviços de qualidade e muitos (muitos mesmo) terrenos grandes à disposição de quem puder pagar por eles!

Como é o caso do terreno de 33 mil m2 na Rua Borges de Figueiredo onde a Cyrela / Magik e Abyara lançam o mega-empreendimento “Luzes da Mooca” que construirá 5 conjuntos de edifícios residenciais, sendo um deles comercial e de serviços.


Área de 33 mil m2 dividida para os 5 empreendimentos. Fonte: Cyrela, 2011.

Vale ressaltar que esta área é remanescente do terreno ocupado pela Companhia União dos Refinadores”, cujas instalações não resistiram a um possível processo de tombamento e ruíram (apenas a chaminé do complexo foi tombada). Veja artigo de Cristina Mehrtens, Giancarlo Bertini, Manoela Rufinoni e Fernanda Valentim sobre a demolição irregular de galpões do bairro.

Como pontos positivos desta transformação destacam-se a abertura de novas áreas habitacionais próximas à região central e a oportunidade de se projetar em áreas grandes, podendo “desenhar a cidade dentro da cidade” (proposição de gabaritos em consonância com a escala de transformação do bairro, criação de redes de vizinhança, criação e qualificação de espaços semi-públicos e de áreas verdes, formação de conjuntos de uso misto, permeabilidade entre os edifícios, etc.).

Como ponto negativo a aplicação da velha solução do “edifício isolado no lote” como indica o material promocional já divulgado. Ainda que haja uma tentativa sútil de se criar uma continuidade e um diálogo, ainda que virtual, entre eles, os mesmos estão separados por vegetação e descontinuidades físicas e espaciais.

Área do edifício comercial ao fundo e habitacional à direita. Fonte: Cyrela, 2011.

Outro aspecto discutível é a contínua valorização do "privado comunitário" sintetizado pela enorme lista de inutilidades oferecidas para encarecer a sua conta e o seu condomínio depois que você se mudar: espaço kids, espaço gourmet, espaço pet, espaço fitness, espaço lounge, home theatre, etc.

Impedimentos da legislação? Otimização do empreendimento? Não sabemos ao certo, mas o modelo se repete indefinidamente e a Mooca esta cheia de exemplos como este.

Espanta-nos a repetição deste modelo, principalmente quando se trata de uma área em transformação tão pujante e cheia de possibilidades como o bairro da Mooca.

Mas, mais espanto ainda nos causa o aquecimento do setor imobiliário que planeja, empreende, constrói e comercializa com uma rapidez e uma lucratividade ímpares. O metro quadrado destes apartamentos (46 a 204 m2) não sairá por menos de R$ 7.000,00.

Aproveite a onda e troque de casa! Experimente imoveis venda, você se surpreenderá com a quantidade de opções disponíveis no setor!

21 de mai de 2011

Curso de valorização artística de projetos

Um dia desses pesquisando no Google por imagens de algum projeto ou lugar encontrei o blog do Eduardo Bajzek Barboza com vários desenhos de edifícios ou paisagens tratados com técnicas variadas. Daí percebi que ele é arquiteto formado no Mackenzie e além de sua atuação como arquiteto também é um excelente ilustrador e dá cursos de valorização artística para projetos.

Desenho de observação. Fonte: Eduardo Barboza.

O curso de 16 aulas (3,5 horas por aula) é voltado para estudantes ou profissionais de arquitetura e paisagismo e interessados em ilustração arquitetônica de forma geral e tem quatro módulos: plantas baixas, fachadas, perspectivas e desenho urbano. Também faz parte do curso uma atividade de desenho de observação pelas ruas da cidade.

Técnica com aquarela. Fonte: Edurado Barboza.

Recomendo aos estudantes como forma de aprenderem a exercitar técnicas gráficas para tornar seus desenhos de projeto mais atraentes visualmente.



Croqui de viagem com marcador. Fonte: Eduardo Barboza.

Entre em contato com o Eduardo pelo email: edu.barboza@terra.com.br ou na Stein.Luz onde os cursos acontecem.

20 de mai de 2011

Exposições para não perder!


Maquete da vinícola Antinori (em construção). Expo ARCHEA.

Exposição ARCHEA no MUBE até 22/06/2011.


Em comemoração à 9a. Semana de Museus que oferece ao público brasileiro de quase todos os estados mais de 3 mil eventos entre exposições, oficinas, shows, palestras, seminários, cursos e visitas guiadas destaco algumas exposições relacionadas à arquitetura que me parecem ótimas oportunidades de aprendizado e diversão em São Paulo:

ARCHEA: exposição da obra do estúdio italiano em seus 20 anos de atuação. Acontece no MUBE até o dia 22/05/2011. Eu fui, gostei muito e recomendo!

MORADA ECOLÓGICA: a exposição investiga a influência da sustentabilidade na maneira de pensar a arquitetura do séc. XXI ao redor do mundo. No MAM até 26/06/2011.

ARQUITETURA DA MADEIRA PARA O SEC. XXI: a exposição pretende situar o panorama brasileiro no uso da madeira na construção, não como alternativa, mas como recurso de linguagem e opção tecnológica sustentável. No MCB até 19/06/2011.

ARQUITETURA BRASILEIRA, O CORAÇÃO DA CIDADE: a mostra reúne projetos que, a partir do modernismo, exemplificam espaços tanto públicos quanto privados, criados para promover o encontro entre as pessoas. No Instituto Tomie Ohtake até 03/06/2011.

Para incentivá-los vale lembrar que até o dia 22/05 (por conta da semana de museus) a entrada é gratuita para estas e outras exposições participantes!! Vai lá!

10 de mai de 2011

Fuji Kindergarten


Edifício explora as sensações do mundo infantil.

A cobertura oval é um grande espaço de lazer.


Este jardim de infância para 560 crianças construído no Japão em 2007 (Tachikawa, Tokyo) pelo estúdio Tezuka Architects tem como partido ser um templo da alegria:

"As conveniências modernas privaram as crianças das sensações. Aqui pretende-se ensinar através do edifício o sentido de comunidade . Estes são valores da sociedade humana que não mudam, mesmo através das eras."

"Queremos que os filhos criados aqui possam transformar-se em pessoas que não excluem nada nem ninguém. Apesar de décadas passarem, este jardim de infância continuará a ser cheio de sorrisos de crianças correndo ao redor energicamente. Nós queremos que seja a mesma que é agora."

O edifício, projetado numa área marcada pela presença de árvores de grande porte, é uma construção oval (circunferência externa=183m e interna= 108m) que utiliza a cobertura e o pátio interno como espaço de lazer e fruição. Os espaços cobertos possuem pé direito máximo de 2.10 garantindo que a percepção das crianças seja relacionada ao seu tamanho.

As árvores podem ser escaladas e é intencional a relação entre o espaço de atividades e a cobertura de lazer.

Os espaços são divididos por móveis projetados levando-se em conta o tamanho das crianças e a condição de que possam ser por elas carregados ou removidos como se fossem blocos de montagem.

A percepção de quem passa pelo local é fantástica. É como se estivéssemos vendo através de sutis fechamentos e muitas transparências o desenrolar da infância numa grande e convidativa área aberta, com toda proteção e segurança que se pressupõe num edifício escolar!

Eu dou nota 10!

Matérias relacionadas:

2 de mai de 2011

O futuro já chegou!

No video "A day made of glass" produzido pela Corning (líder mundial em vidros especiais e cerâmicas para componentes de sistemas de alta tecnologia) é possível imaginar o cotidiano rodeado por telas e soluções de comunicação usando superfícies vitrificadas. Um show de tecnologia que eu quero ter a oportunidade de utilizar!

Mas ao mesmo tempo fica a reflexão: será que um mundo tão cheio de informações o tempo todo em todos os lugares é algo positivo?? Pense nisso! Mas antes assista ao vídeo (amplie a tela, o vídeo é em HD).



21 de abr de 2011

Salão do Móvel de Milão 2011

Terminou no último domingo (17/04) a exposição de mobiliário, design e decoração mais aguardada de todos os anos para quem acompanha os lançamentos do setor do design: o Salão do Móvel de Milão (Salone Internazionale del mobile). O evento que neste ano completou 50 anos é o mais tradicional do setor, indicando tendências, novidades em materiais e tecnologias aplicadas ao design de objetos, mobiliário e luminárias.

Nesta semana, além da mostra oficial que ocorre em locais próprios e com especificidades diferentes, a Milão do design fica em festa e respira ainda mais design com produtos e designers expondo em vários cantos da cidade. Alguns dos produtos mostrados aqui não fazem parte da mostra oficial.

Painel informa quantidade de garrafas PET utilizadas na produção da cadeira Navy.

Pneu coberto com gravatas vira puf Tied & Tired da sueca Maria Westerberg (fora da mostra).

Luminárias pendentes feitas com extintores descartados (Castor), fora da mostra. Região de Ventura Lambrate.

Lâmpadas fluorescentes usadas viram luminárias (Castor), fora da mostra. Região de Ventura Lambrate.

Pelo que pude ver (em imagens e reportagens) a reciclagem e o reaproveitamento de materiais deram o tom da feira em vários produtos, assim como a irreverência e o humor! Tem muita coisa bacana mas também muita coisa feia! Vai lá e confere!

Links relacionados:

Organizadora Oficial do Salão (Cosmit) - com área de busca dos produtos e o link de seus fabricantes. Muito fácil de achar tudo o que você procura!!

Zona Tortona na Casa Vogue - galerias de imagens dos produtos e outras matérias relacionadas. Há também um guia para aproveitar Milão durante a feira.

Semana de Design de Milão pela Revista Casa & Jardim - novidades em produtos, videos e reportagens direto de Milão!

Galeria de imagens do Core77 dos produtos da Zona Tortona - há outras galerias também (Satellite, distrito de Brera e Spazio Rossana Orlandi).

12 de abr de 2011

150 anos do Eixample na FAU USP



Na comemoração dos 150 anos do Eixample de Barcelona por Ildefonso Cerdá a arquiteta Regina Meyer realiza palestra aberta ao público no dia 14 de Abril às 10h30 na sala 812. A exposição fica no salão Caramelo (prédio da FAU na Cidade Universitária) até o dia 29/04.
Eu quero ir, vamos?

3 de abr de 2011

Giancarlo Mazzanti | Colômbia


Arq. Giancarlo Mazzanti.

O arquiteto colombiano Giancarlo Mazzanti estudou na Universidade Javeriana de Bogotá onde formou-se em 1987 e concluiu seus estudos de pós graduação na área de teoria e história na Universidade de Florença em 1991. Tem inúmeros projetos premiados e uma obra expressiva cujos programas são bastante variados (escolas, habitação, centros esportivos, bibliotecas, parques e centros de convenções).

Seu site "El equipo de Mazzanti" ainda esta em construção (Abril de 2011) mas a partir dele é possível acessar o Flickr com imagens dos vários projetos do arquiteto, checar o endereço e telefone do escritório e enviar email de contato.

Centro Esportivo Coliseo. Medelín. Fonte: Flickr do arquiteto, 2011.

Seu nome tem sido associado a vários projetos de revitalização urbana por que passa a Colômbia nos últimos anos como a rede de bibliotecas parque localizadas nas periferias das cidades (Biblioteca Parque Espanha de 2007 e Biblioteca La Ladera) e as escolas "de primeira infância" (destinadas a crianças de até 5 anos).

Um projeto de que gosto muito é o Centro Esportivo Coliseo em Medelín que ele fez com Felipe de Mesa (Plan B) construído para sediar os jogos Sulamericanos de 2010.

Colégio Gerardo Molina. Bogotá. Fonte: Flickr do arquiteto, 2011.

Onde ver mais:

Biblioteca Parque Espanã em Medelin(com desenhos do projeto).



29 de mar de 2011

Projeto de alunos | Biblioteca

Maquete eletrônica, 2010.

Google Maps, 2011. Área do projeto (verm), Praça das Águas (verdes).

No 2o. semestre do ano de 2010 na disciplina de PA - Tópicos Executivos propusemos a elaboração de um pequeno equipamento sócio educativo cujo programa (1500m2) era uma biblioteca, um tele-centro para acesso à internet, uma sala de múltiplo uso para atividades variadas (leitura infantil, mostra de vídeos, oficinas, etc.), um espaço para exposições e apoio (administração, sanitários, copa, depósitos).

O terreno sugerido faz parte de uma pequena quadra situada junto à Praça das Águas em Campinas cuja área não excede os 5 mil m2.

Os alunos Felipe Tanos e Daniel Santos apresentaram uma boa proposta organizando fluxos e definindo claramente os espaços através da distribuição do programa no pavimento térreo (junto à praça) e superior (com vista para a praça) com um volume bem marcante.

Destaco o projeto por ele ter sido publicado na revista eletrônica Contemporaneu n. 6 (para conferir acesse a área de "projetos de estudantes").

Vai lá! Vale lembrar que a Revista Contemporaneu também publica projetos construídos, lançamento de livros, fotografias, agenda de eventos da área e concursos.

Em Agosto de 2010 os alunos Tales Miranda e Lucas Maretti também publicaram seu projeto por lá na Contemporaneu n. 3.

Eduardo Souto Moura ganha Pritzker!

Já estava na hora deste grande arquiteto português arrebatar o prêmio mais cobiçado entre as estrelas da boa arquitetura pela habilidade em combinar "poder e modéstia" (segundo o juri). Eduardo Souto Moura foi indicado ontem ao prêmio e o irá receber em Junho na cidade de Washington quando receberá também a quantia de US$ 100 mil.

Estação Casa da Música, Porto.

Eduardo Souto Moura é discípulo de Alvaro Siza (Pritzker, 1992) e autor de excelentes projetos, a maioria deles em Portugal, como o estádio e o Centro Cultural de Braga, a Casa do Cinema Manoel de Oliveira, Casa das Artes, Casa das histórias (Cascais), a reurbanização do litoral de Matosinhos, a estação de metrô "Casa da Música" (Porto) e vários projetos habitacionais como as casas com pátios e o edifício de habitações na Maia.

Casa do Cinema Manoel de Oliveira, Porto.

Destaco também o belíssimo projeto de reconversão de uso do Convento de Santa Maria do Bouro em Braga para uso como pousada de luxo e as obras de recuperação do Edifício da Alfândega no Porto.

Links relacionados:

Revista El Croquis do arquiteto (n. 124) traz projetos de 1995 a 2005.

Projetos de destaque | Portal Visão

Notícia no site da RTP


Baixe o PDF com as fotos dos principais projetos.

20 de mar de 2011

Ciudad Hojaldre | Dica de Leitura


Capa do livro.

Indico a leitura do livro "Ciudad Hojaldre" de Carlos Garcia Vazques pra quem deseja aprofundar-se sobre as teorias urbanas contemporâneas e de como a cidade pode ser lida e compreendida como se fosse uma sobreposição de situações (hojaldre em espanhol significa massa folhada). No livro o autor apresenta quatro modos de se ler a cidade através de autores teóricos e visões distintas: são elas as visões culturalista através da história, a visão sociológica através da sociologia e da economia, a visão organicista através da filosofia e da ciência e a visão técnica através da tecnologia. Analisa Berlin, Los Angeles, Tokio e Houston

VAZQUES, Carlos Garcia. Ciudad Hojaldre. Barcelona: Ed. GG, 2004.

Compre na Central de Livros Técnicos (Brasil) por R$ 64,00 (U$ 38,32 em 20/03/11).

Compre na Agapea (Europa) por 25 Euros.

14 de mar de 2011

Estrutura Inteligente

Pra que serve o estudo das estruturas senão para resolver problemas??

QuaDror from Dror on Vimeo.


Acesse QuaDror e saiba mais!

A criação através de peças-únicas e encaixes múltiplos também pode ser aplicada ao design de objetos (no caso, luminárias). Confira e conheça o belo trabalho que a Dala faz:

Mars from Dala on Vimeo.


Eles estão na 18a. Craft Design no Centro de Convenções Frei Caneca até o dia 15/03/2011. Vai lá!

1 de fev de 2011

O que é cidade?


Fonte: Frases Ilustradas, 2010.

"Cidade é um lugar onde as pessoas ficam sozinhas juntas."

Adorei a definição! Principalmente em se tratando de grandes cidades como São Paulo! Conheci o Frases Ilustradas no blog Viver Urbanamente (ex-Urbanidades) do colega Sérgio Gollnick (arquiteto de Joinville) e estou compartilhando! Aproveito para informar que o blog foi descontinuado por problemas técnicos e atualmente o Sérgio escreve no La Vie en Ville!

Vai lá conhecer! E que venha Fevereiro e com ele o início das aulas!

24 de jan de 2011

Hospital de M´Boi Mirim


Edifício do Hospital M´Boi Mirim em São Paulo. (Fonte: Arco, 2011)

Estive recentemente no Jardim Ângela (zona sul de São Paulo) e apesar do dia chuvoso e cinza chamou-me a atenção um edifício alongado e cuja fachada destacava-se pelo uso de quebra-sóis de concreto armado quadrados (cobogós).

Trata-se do mais novo hospital público de uma das regiões mais carentes da periferia sul de São Paulo, inagurado em Abril de 2008, de autoria do escritório Borelli & Merigo e Mahkohl Arquitetura (José Borelli Neto, Hércules Merigo e Walter Mahkohl).

O hospital é gerido pelo Hospital Albert Einstein e tem 240 leitos.

O projeto do edifício é similar (pra não dizer idêntico) ao do Hospital Cidade Tiradentes com o qual o grupo mereceu uma menção honrosa do IAB em 2006 (na categoria Edifícios: Obra Construída). Tal situação foi imposta pelo órgão responsável pela concorrência (EDIF-SSO) do projeto.

Como um edifício moderno, de linhas retas e elementos bem definidos o projeto surpreende pelo destaque que promove na paisagem local. A monotonia da periferia pobre e descuidada é surpreendentemente quebrada ao se avistar o grande monolito.

Objeto de inúmeras críticas (certamente) vale a pena visitar e tirar suas próprias conclusões. Eu gostei e quero conhecer melhor!

Links relacionados:

Matéria no portal PRISMA - soluções construtivas com elementos pré-fabricados de concreto.

Matéria na Revista AU - Hospital Cidade Tiradentes: Linear, Flexível e Humano (por Valentina Figuerola e fotos de Marcos Kohn).

Matéria no ARCO - sinalização universal